PUBLICIDADE

domingo, 5 de outubro de 2014

Regras fundamentais para praticantes de jogging





Com o crescente aumento do “jogging”, ou corrida ao ar livre é importante que se tenham algumas precauções, de modo a evitar possíveis problemas de saúde, lesões ou rápida desmotivação. Portanto, devem ter sempre em atenção os seguintes aspetos:




·         Se vai começar a correr com o objetivo de perder peso, cuidado! A corrida tem bastante impacto sobre as articulações (joelhos e tornozelos), o que poderá provocar lesões. Numa fase inicial opte pela marcha e vá evoluindo progressivamente para a corrida.
·         Atenção ao calçado que vai utilizar. Bom sistema de impacto e bom arejamento. Procure na secção de running das lojas desportivas. O calçado deve estar confortável (até ligeiramente maior), uma vez que os pés incham durante a corrida. A Asics é a marca que normalmente utilizo. O sistema de gel diminui imenso os impactos.

·       Utilize um vestuário transpirável, justo e confortável. As chamadas t-shirts técnicas, normalmente em polyester são muito boas. Por mais que transpire não ficam molhadas e com mau aspeto, tal como as tradicionais t-shirts de algodão. Nunca utilize muita roupa com o intuito de perder peso. É um erro que vai provocar desidratação e rápida fadiga!

·      Inicie os seus treinos em zonas planas por dois motivos: Menor esforço e maior conforto. As subidas e descidas implicam maior sobrecarga nas articulações. Deixe as maiores dificuldades para quando estiver melhor fisicamente.

·    Preocupe-se em adotar uma postura correta. Demasiado inclinado vai provocar dores na região lombar e provocar algum desequilíbrio. Preocupe-se em apoiar o pé pelo calcanhar e fazê-lo rolar no solo. Apoiar o pé na parte anterior (da frente) implica uma fadiga muito mais rápida, pois não rentabiliza todos os músculos da perna e pé.

·        Hidrate-se muito bem. Antes e durante a corrida. Não é muito agradável correr com uma garrafa na mão, por isso crie estratégias. Faça circuitos onde passe por locais onde possa beber, nem que seja a garrafa que deixou no carro. Cabe-lhe a si escolher. Dependendo do tipo de treino, ou capacidade de cada praticante, o importante é beber antes de ter sede. Se possível, pequenas quantidades de cada vez. Pode optar por água, ou por bebidas isotónicas. Atenção que perder líquidos, não significa perder peso!!!

·     Tente treinar em dias intervalados. Faça uma espécie de plano de treinos, como se fosse para o ginásio, onde o pagamento da mensalidade o obriga a ir, para não dar o dinheiro por mal empregue. Numa primeira fase 3 treinos/semana são suficientes. Não tente fazer num mês, aquilo que não fez numa vida. Também se treina descansando! O organismo precisa de adaptação e recuperação ao esforço. O excesso de treino provoca overtraining (excesso de fadiga que obriga a paragens prolongadas).
·         Se treina durante o dia utilize protetor solar. Os desportistas são o grupo onde mais aumentou a incidência de cancro da pele, principalmente ciclistas e maratonistas. Veja a publicação neste blogue http://desportoepaixao.blogspot.pt/2014/08/riscos-para-saude-na-pratica-desportiva.html

·    Comece a conhecer o seu corpo a cada treino que realiza. Pontualmente vá “forçando” por pequenos períodos. Se sentir dores de qualquer tipo, diminua a intensidade, ou pare. A dor é um sinal que alguma coisa não está bem. Termine sempre cada treino com energia suficiente para puder continuar mais alguns minutos.

Se seguir estas regras, passadas algumas semanas vai sentir-se outra pessoa. Com mais energia, com mais autoestima, com menos stress… provavelmente vai começar a participar em algumas provas populares, para perceber o que consegue fazer em competição…

Carlos Oliveira




Sem comentários:

Publicar um comentário