PUBLICIDADE

sexta-feira, 17 de junho de 2016

CÃIBRAS – CAUSAS E FORMAS DE AS EVITAR



As cãibras são espasmos musculares muitas vezes prolongados e dolorosos. São contrações musculares elevadíssimas, mantidas por reflexo neurológico, isto é, são involuntárias.  São mais frequentes em desportos com mudança de intensidade. Mas também acontecem em desportos de duração longa,  com movimentos repetitivos.

Há pessoas mais predispostas a ter cãibras e as causas são múltiplas:
·         Exercício de intensidade pouco usual;
·         Exercícios pouco comuns, ou pouco treinados;
·         Mudança de terreno de treino, ou competição;
·         Falta de líquidos,
·         Falta de minerais, tais como sódio, magnésio, potássio.
·         Alterações da temperatura ambiente (muito calor, ou muito frio);
·         Fadiga: acidificação muscular (ácido lácteo);

COMO PREVENIR AS CÃIBRAS

O treino e a alimentação são as principais formas de prevenir o aparecimento de cãibras nas provas:
·         treino deve implicar mudanças de intensidade, de forma a simular a competição e “habituar” o músculo a estas intensidades;
·         Alimentação rica em carbohidratos, potássio, magnésio e cálcio.
·         Muita hidratação nos treinos/provas e, nos dias de maior calor, adicionar mais sais à dieta;
·         Aumento da ingestão de glicogénio, nos dias imediatamente anteriores às provas de longa distância;
·         Fazer cerca de 1 hora de atividade lenta, no dia anterior à prova.

COMO RECUPERAR DAS CÃIBRAS

·         Relaxar o músculo atingido e alongar o músculo oposto. Ex: se tiver cãibra no quadricípite, alongue o isquiotibial;
·         Massaje o músculo atingido numa técnica de aproximação (tentando aproximar as fibras musculares;
·         Parar de imediato a atividade (normalmente somos obrigados a isso)
·         Para além disto, não há muito a fazer para parar a cãibra. O melhor mesmo é evitá-las…


Carlos Oliveira 

Sem comentários:

Publicar um comentário