PUBLICIDADE

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Volta a Portugal em Bicicleta : passagem pela Especial da Lameirinha? Vamos ter um Roubaix à portuguesa?

O Jornal desportivo “o jogo” noticiou ontem, 14/04, que a organização da Volta a Portugal 2016, a decorrer de 27 de Julho a 7 de Agosto, está a equacionar inserir no seu percurso a passagem pela mítica especial de rali da Lameirinha, na zona de Fafe, famosa mundialmente pelo seu salto e pelos milhares de pessoas que a acompanham.
 A organização refere que está a ser estudada essa possibilidade, desde que a integridade física dos ciclistas se mantenha salvaguardada. Para isso, irá ser tida em conta a opinião da Federação Portuguesa de Ciclismo, algumas equipas participantes e a Associação Portuguesa de Ciclistas Profissionais.

Sem saber pormenores, parece-me uma iniciativa interessante.  Como sabemos, no que respeita à qualidade de ciclistas internacionais, a nossa Volta é pobre.  Por razões várias que até já referi em posts anteriores, a verdade é que nos últimos anos tem faltado “chama” à nossa volta.  Algo tem de se fazer para dar mais alegria aos milhares de ciclistas que acompanham a nossa Prova Rainha quer ao vivo, quer na TV. A entrada de Sporting e F C Porto foi uma mais valia. Etapas de montanha já são suficientes, isto baseado nas últimas edições. Estas mudanças são bem-vindas. Claro que, esta é uma opinião enquanto apaixonado pela modalidade e pelo espetáculo. Pois, a nível de logística, não sei como funcionará equipar bicicletas de estrada para fazer uns poucos quilómetros em terra batida! No fundo, é o mesmo que nas famosas edições do Tour pelo pavé de Roubaix, haver apenas a passagem por um segmento!  Como iriam as equipas optar pelo equipamento para aquela etapa? Ainda para mais, as nossas equipas são pobres…

Para os menos informados, informo que este ano vai voltar a realizar-se a edição da Etapa da Volta, no dia de descanso, dia 2 de Agosto. É uma oportunidade para “correr” num grande pelotão, normalmente perto dos 1000 participantes. Mais uma vez em Viseu, num circuito de 90 kms e 1400D+.  Vale a pena a experiência.

Carlos Oliveira




Sem comentários:

Publicar um comentário